Série B do Maranhense começa com jogos em São Luís e Presidente Dutra

Comentários 0

Equipe do Chapadinha que joga no Castelão

Com dois jogos tem início neste domingo, 18, o Campeonato Maranhense da Série B 2019. No estádio Adalto Cruz em Presidente Dutra, o BV/XV de Novembro, enfrenta o Bacabal às 15h30, com arbitragem de Paulo José Sousa Mourão e as assistências de Edna Cristina Santos Ferreira e José dos Reis Santos Aguiar. O quarto árbitro será Martinho Silva Cavalcante.

Em São Luis no estádio Castelão, o Chapadinha enfrenta às 15h30, a equipe do Viana. O confronto terá arbitragem de Raimundo José Chagas Araujo, com as assistências de Élson Araujo da Silva e José Carlos de Jesus. O quarto árbitro será Wagner Luis Braga Pontes.

A primeira rodada da Série B Maranhense, será complementada na próxima quarta-feira (21), com a realização dos seguintes jogos. No estádio Pinheirão em São Mateus, o Juventude enfrenta o Timon Esporte Clube às 15h30 e no estádio Correão às 20h, o Bacabal encara o ITZ Sport.

Esse ano, um clube garantirá vaga na Série A de 2020, mantendo, assim, 8 equipe na principal divisão do futebol maranhense. Para o próximo ano, a expectativa é de dois acessos e dois descensos entre as divisões.

Divididos em 2 grupos, observando-se a melhor regionalização possível, visando minimizar os custos, os clubes jogarão a primeira fase em jogos de ida, classificando-se os dois primeiros de cada grupo; estas equipes farão a semifinal em jogo único e, em seguida, os vencedores disputam a final em dois jogos.

“Nosso Estado tem dimensões geográficas muito grandes. Fizemos o possível para regionalizar a separação nos grupos. Muito se fala do sul do Estado como se fossem todos municípios próximos. Mas para se ter uma idéia, de Imperatriz a Balsas, a distância é equivalente a São Luís – Teresina. Além disso, algumas equipes, com dificuldades de estádio em seus municípios, solicitaram o mando de campo em outras cidades. Para viabilizar a participação, flexibilizamos”, destacou Hans Nina, vice presidente de Competições.

Buscando o acesso, os times precisarão, também, ter outra preocupação: o descenso à Série C:

“Todos os anos, ficamos na incerteza de quantos clubes disputarão a Série B, o que inviabiliza garantir o acesso de 2 times à Série A. Para fixarmos a Segundona com 6 clubes, garantindo um maior compromisso dos disputantes, temos a proposta de criar a Série C. Assim, 3 equipes sofrerão o descenso a essa divisão: dois de forma direta (9º e 10º colocados na classificação geral) e o perdedor de uma disputa entre o 7º e 8º”, disse o dirigente

Os comentários estão desativados.