Morre Bita do Barão, o pai de santo mais famoso do Brasil

Comentários 0

Morreu nesta quinta-feira (18) o pai de santo Bita do Barão. O falecimento do líder espiritual foi confirmado pela família, que o trouxe de uma unidade de saúde do Piauí onde havia sido desenganado pelos médicos, após 10 dias de internação. Consta que ele estava com 106 anos de idade.

Nascido em Santo Antônio dos Preto, município de Codó, distante 290 quilômetro de São Luís, com nome de batismo Wilson Nonato de Souza, Bita ficou conhecido em todo país e pelo mundo afora pelo poder. Considerado personal guru de políticos importantes, entre eles toda a família Sarney, o Mestre Barão de Guaré Bita do Barão difundiu para o mundo o terecô codoense. O terecô apresenta tanto aspectos  de culto africano, como indígena e católico.

Mestre Bita do Barão, às quartas-feiras, dia de Xangô, atendia gratuitamente a população que o procurava na Tenda Espirita de Umbanda Rainha de Iemanjá, na rua Rui Barbosa, cidade baixa de Codó, também conhecida como Meca da Macumba. Entre os pobres, ricos, bastante ricos, que o buscavam na intenção de manter-se no patamar às alturas.

Bita do Barão, confessos 89 anos de idade, era um “sujeito alarmado”, como se autodefine. Gostava de tudo grandioso e exercia um poder consciente sobre aqueles que o rodeiam. Sob a proteção de seu teto conviviam pelo 26 pessoas, trabalhando e se alimentando da religiosidade de matriz africana.

O filho de Maria Rosa, nascido em Santo Antônio dos Pretos, um reduto de ex-escravos, se iniciou aos 5 anos de idade na Umbanda. No mês de agosto, no terreiro de Iemanjá se investia de todas as divindades para ser o Comendador da República, senhor dos terreiros de Codó e um dos representantes mais expressivos da umbanda no Maranhão e do país.

Os comentários estão desativados.